SOS INFORMATICA
Tecnologia

Veja as fotos de Marte enviadas diretamente do espaço para a Terra

Em fevereiro deste ano, as agências espacial dos EUA, da China e dos Emirados Árabes chegaram ao planeta vermelho

16/06/2021 01h20
Por: Redação
Fonte: R7 - Sofia Pilagallo*, do R7
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Este está sendo, definitivamente, um ano movimentado para Marte. Em fevereiro, três missões espaciais, dos Estados Unidos, da China e dos Emirados Árabes, chegaram ao planeta vermelho com poucos dias de diferença. Esta foi a primeira foto tirada pelo rover Perseverance, da Nasa, a agência espacial norte-americana

*Estagiária do R7 sob supervisão de Pablo Marques

Nesta foto, também tirada pela Nasa, é possível ver o Perseverance sendo levado até a superfície pendurado ao foguete Atlas V-541. Em uma tarefa descrita pela agência espacial como "sete minutos de terror", a espaçonave entrou na atmosfera a 19.500 km/h e teve que reduzir gradativamente a velocidade a 2,7hm/h

Já este clique foi tirado pelo próprio Perseverance, quando o rover estava em solo. Desde então, o veículo tem percorrido a superfície marciana a fim de investigar sinais de vida microbiana antiga no planeta vermelho, o principal objetivo da missão Mars 2020 Perseverance

Esta foto, tirada em abril, cerca de dois meses após o pouso da Nasa, foi uma das que deram o que falar. O clique viralizou na internet e internautas se questionaram se o aparente fenômeno luminoso poderia ser um arco-íris. Após a repercussão, astrônomos da agência espacial se pronunciaram e explicaram que tudo não passava de mera ilusão de ótica provocada pelo reflexo das lentes da câmera

Mais recentemente, outra foto divulgada pela Nasa também chamou a atenção de internautas. Esta, no entanto, não foi tirada pelo Perseverance, mas sim, pela câmera HiRISE (High Resolution Imaging Science Experiment), que desde 2005 viaja a bordo da sonda MRO (Mars Reconnaissance Orbiter). As lentes conseguiram capturar o rover chinês Zhurong e seu módulo de pouso na área de Utopia Planitia, uma região de solo liso e quase sem rochas, onde o veículo pousou

A missão da Cnsa, a agência espacial chinesa, passou um tempo na órbita de Marte antes de iniciar o pouso. Durante esse período, foram feitos registros inéditos do planeta. Somente em 14 de maio Zhurong realizou uma descida bem-sucedida até o solo marciano

Nesta foto, também tirada da órbita de Marte pela Cnsa, é possível ver o hemisfério sul do planeta obscurecido por não receber luz solar no momento do registro. A imagem foi capturada pela sonda Tiawen-1, que junto com Zhurong, ajudará os chineses a buscar e mapear a distribuição de água congelada na superfície e subsolo do planeta vermelho

Este clique, por sua vez, muito parecido com o anterior, retrata o hemisfério norte de Marte obscurecido pela luz solar e também foi tirada pela sonda Tianwen-1. O veículo não tripulado recebe o mesmo nome da missão tripla chinesa, considerada por muitos astrônomos a mais ousada de todos os tempos — uma vez que o objetivo era não só orbitar, como pousar e explorar a superfície do planeta vermelho

Mais recentemente, a Cnsa divulgou as primeiras fotos da superfície de Marte. Nesta foto, Zhurong aparece posicionado lado a lado do seu módulo de pouso

O rover chinês também conseguiu tirar esta bela foto do solo marciano. O clique foi feito área de Utopia Planitia, mesma região fotografada de cima pela câmera da Nasa

Esta foto da órbita de Marte foi a única feita pela sonda Hope, dos Emirados Árabes, e divulgada até o momento. O objetivo da missão, a primeira enviada pelos árabes ao planeta vermelho, é estudar a atmosfera local, criando uma espécie de "mapa do clima" ao longo de um ano marciano

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias