SOS INFORMATICA
Brasil

Queiroga e Doria se alfinetam após anúncio de SP: 'quanto recalque'

Doria alfinetou Ministro da Saúde depois dele atribuir antecipação do calendário em São Paulo a envio de doses pelo governo

13/06/2021 18h02
Por: Redação
Fonte: R7
Governo do Estado de São PauloSeguir Coletiva de imprensa para anúncios do governo com a área da saúde. - (Foto: Governo do Estado de São Paulo - 09.06.2021)
Governo do Estado de São PauloSeguir Coletiva de imprensa para anúncios do governo com a área da saúde. - (Foto: Governo do Estado de São Paulo - 09.06.2021)

O governador de São Paulo João Doria e o ministro da Saúde Marcelo Queiroga trocaram farpas no Twitter após o anúncio de antecipação do calendário de vacinação contra a covid-19 em São Paulo neste domingo (13). O artrito surgiu depois que o ministro respondeu a publicação de Doria sobre o novo cronograma pontuando que o calendário seria cumprido com doses enviadas pelo governo federal.

"Quanto recalque, Ministro. Bom domingo e uma ótima semana. Por aqui, vacinando". respondeu o governador.

 Pouco antes, em coletiva de imprensa, Doria voltou a antecipar o cronograma de vacinação no estado em 15 dias. Segundo a gestão, toda a população adulta será vacinada com a primeira dose pelo menos até setembro.  

O governador pontuou, entretanto, que a antecipação dependia das doses já compradas pelo governo Bolsonaro e previstas para o segundo semestre de 2021. 

Essa não é a primeira rusga entre Doria e Queiroga. Eles já se criticaram antes, em março, depois que o governo paulista afirmou não ter recebido medicamentos do kit intubação do governo federal. Há uma semana, os dois voltaram a discutir depois de Doria afirmar que São Paulo não tinha recebido nenhuma dose de vacina no feriado de Corpus Christi. 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias