SOS INFORMATICA
COTIDIANO

No interior de MS, moradores viajam até 100 km para conseguir emitir RG

Atendimento em postos de emissão ficou limitado e moradores precisam procurar atendimento em cidades próximas

01/02/2021 07h48
Por: Redação
Fonte: Mídiamax
Ilustrativa
Ilustrativa

Os moradores que precisam tirar a 1ª ou 2ª via da Carteira de Identidade no interior de  estão encontrando dificuldades. Há quem precise percorrer até 100 km para conseguir garantir o RG em cidades vizinhas e segundo Sejusp (Secretaria Estadual de Justiça e ), existe a falta de datiloscopistas, afastados devido ao coronavírus e que interfere no atendimento.

Conforme uma moradora da cidade de Ribas do Rio Pardo, há meses enfrenta problemas para conseguir tirar a 2ª via do RG e dar início ao processo de aposentadoria. A dificuldade se potencializa pois, além de morar em uma cidade que está sem processo de emissão, ela mora na região rural e deslocamento para outro município fica ainda mais complicado.

“Falaram que eu deveria agendar no site, aí me ajudaram e vimos que só conseguiria tirar o RG em Campo Grande, que era a cidade mais próxima. Mas não sei como posso fazer, porque já é difícil ter tempo para ir na cidade [Ribas do Rio Pardo] imagina viajar para outra”, comentou a cidadã.

Na região Leste de MS, em Selvíria, a 411 km de Campo Grande, a situação é a mesma. Sem a disponibilidade de um profissional em datiloscopia, os moradores que precisar emitir o documento precisam ir até Três Lagoas, por exemplo.

Impactos da pandemia

Conforme a Sejusp, antes da pandemia, havia atendimento semanal para a emissão de Carteiras de Identidade em municípios do interior. No entanto, o serviço foi suspenso em todos os postos de emissões no estado. Em junho de 2020 as atividades retornaram, mas não em todos os postos.

“Foram retomados os atendimentos nos postos que possuíam servidores lotados e que possibilitavam o agendamento eletrônico pelo cidadão do atendimento para evitar aglomerações”, explicou em nota.

A exemplo da cidade de Selvíria, a Sejusp disse que o atendimento semana era possível graças ao efetivo no Núcleo Regional de Identificação de Três Lagoas, no entanto, foram registradas baixas na unidade e atendimento para emissão dos documentos na cidade foram afetados.

“Cumpre destacar que não foi possível retomar o atendimento semanal no município de Selvíria, devido as baixas sofridas no efetivo do Núcleo Regional de Identificação de Três Lagoas (redução de 20%) em decorrência da Covid-19 (afastamento preventivo por comorbidade). Assim, os munícipes de Selvíria que necessitarem de atendimento emergencial poderão realizar o agendamento eletrônico do atendimento em um dos Postos de Identificação disponíveis”, pontuou em nota.

Desta forma, os moradores das cidades do interior que não aparecerem em lista de agendamento da Sejusp, precisarão agendar atendimento em outro posto de identificação, em outra cidade. Os agendamentos nos postos de atendimentos podem serem feitos aqui.

Vale lembrar que o calendário para agendamento é disponibilizado a cada quinzena. Para o posto de atendimento em Três Lagoas, conforme a plataforma de agendamento da Sejusp, só há datas disponíveis para o mês de março.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias