SOS INFORMATICA
ALDEIA

Quase 3 mil moradores na Reserva Indígena receberam a primeira dose da vacina

28/01/2021 08h07
Por: Redação
Fonte: Douradosnews

Aproximadamente 30% dos moradores da Reserva Indígena Federal de Dourados aptos a serem imunizados contra o coronavírus (Covid-19) já receberam a primeira dose. Dados registrados até esta terça-feira (26) apontam que esta porcentagem corresponde a quase 3 mil vacinas aplicadas.

Conforme informações do coordenador do Dsei (Distrito Sanitário Especial Indígena de Mato Grosso do Sul), coronel Joe Saccenti Júnior, a campanha está acontecendo em todos os dias da semana, mesmo com o volume elevado de chuva neste mês de janeiro.

Além dos pontos de vacinação divididos por áreas no território que compreende a Reserva Indígena, equipes volantes estão se deslocando até as residências de moradores possuem mais de 80 anos. 

Além dos idosos, todas as pessoas que moram nas aldeias Jaguapiru e Bororo que possuem mais de 18 anos estão aptos a receberem a vacina, menos gestantes. Estes devem procurar os pontos de vacinação. 

Aproximadamente 23 mil doses da Coronavac - desenvolvida pela empresa farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan - foram destinadas ao atendimento de moradores da Reserva Indígena Federal na semana passada.

Esta quantidade de insumos é suficiente para garantir a imunização de cerca de 11,6 mil indígenas considerados ‘aldeados’. 

MATO GROSSO DO SUL

A campanha de vacinação na população indígena avança não só em Dourados mas em todo Mato Grosso do Sul. De acordo com dados compilados até a noite de segunda-feira (25), 26% da população vacinável foi imunizada no estado. A expectativa de conclusão da companha direcionada a este grupo prioritário é de até 30 dias.
 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias