SOS INFORMATICA
CAPITAL

Morre aos 58 anos vítima de covid-19 e deputado estadual Cabo Almi

25/05/2021 07h11
Por: Redação
Fonte: Da Redação

O deputado estadual José Almi (PT), o Cabo Almi, morreu na noite desta segunda-feira, dia 24 de maio, aos 58 anos, por complicações da covid-19, em Campo Grande. Foram 17 dias de internação entre altos e baixos, lutando contra a doença. A última atualização divulgada pela família, ainda na noite de ontem, confirmava que o quadro clínico do parlamentar era gravíssimo.

De acordo com  o site Campo Grande News, Cabo Almi testou positivo para a doença, no dia 05 de maio, iniciou acompanhamento médico em casa, mas precisou ser internado três dias depois devido a uma piora no quadro da infecção.

Quando deu entrada na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) do Hospital Cassems de Campo Grande, em 8 de maio, José Almi estava 70% dos pulmões comprometidos. Menos de uma semana depois do início do tratamento, em 12 de maio, a equipe médica cogitou uma extubação, no entanto, o procedimento foi suspenso após reavaliação e novos exames laboratoriais.

Trajetória

José Almi Pereira Moura ou "Cabo Almi" como era conhecido, nasceu no município de Jardim Olinda, no Paraná, em 17 de dezembro de 1962, filho do lavrador Finelon Pereira de Moura e da dona de casa Creuza Vieira da Silva Moura.

Em 1963, a família se mudou para o Distrito de Lagoa Bonita, em Deodápolis, para o cultivo de lavoura. Em fevereiro de 1982, Almi de mudou para Campo Grande e trabalhou como cobrador de ônibus, foi empacotador e promotor de vendas de indústria de alimentos e formou-se como torneiro mecânico pelo Senai.

Em outubro de 1983, prestou concurso para soldado da Polícia Militar. Em 1987, se casou com Irene Carolina de Oliveira, com quem teve três filhos: Flávio, Fabrícia e Monique. Em 1988, foi aprovado no concurso para cabo da Polícia Militar.

No início da década de 1990 ajudou a fundar o Grêmio 8 de Abril, do qual foi presidente por seis anos. Em 1996, foi eleito vereador em Campo Grande, pelo Partido dos Trabalhadores, sendo reeleito por mais três mandatos, até assumir a vaga de deputado estadual em 2011.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias