SOS INFORMATICA
Léo Veras

“Vaquinha online” é criada para ajudar família de jornalista morto na fronteira

10/03/2020 16h03
Por: Redação
Fonte: Dourados News

Amigos da família de Lourenço Veras lançaram na internet nesta terça-feira (10) uma conta no site “vakinha.com.br” no qual é possível fazer depósitos de qualquer quantia que será revertida integralmente à família do jornalista.

Após a morte de Veras, a família do brasiguaio tem passado por dificuldades financeiras. Na página de doação online é possível assistir uma reportagem televisiva sobre o assassinato do jornalista, além de um breve resumo sobre o motivo do pedido de doação que podem ser feito de forma anônima por boleto ou cartão de crédito.

Passados 27 dias desde de que Lourenço Veras foi assassinado por pistoleiros em Pedro Juan Caballero, poucas perguntas foram respondidas neste tempo.

A família de Leo Veras, além de aguardar o desfecho das investigações, também busca formas de se adequar a nova realidade, agora sem o respaldo econômico provido até fevereiro com o trabalho do jornalista no site Porã News.  

Por este motivo, foi criada, a pedido da esposa de Léo Veras, a página da vaquinha em uma das mais conhecidas plataformas digitais voltadas a doações online. O site é amplamente usado para acumulação de quantias para casamento, ajuda para animais, solidariedade, vaquinhas para educação, e inúmeros outros fins.

O link da vaquinha online pode ser acessado AQUI.

O CASO

O jornalista brasileiro Léo Veras jantava com a família na noite do dia 12 de fevereiro de 2020 quando foi assassinado por pistoleiros. O crime ocorreu na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero.

Duas pessoas encapuzadas chegaram em uma caminhonete branca, entraram pelo portão que estava aberto e invadiram o local.

Eles efetuaram vários disparos contra o profissional, que tentou correr, mas caiu ao ser atingido pelos tiros.

Léo foi atingido por cerca de 12 tiros de pistola 9 milímetros. Um dos disparos acertou a cabeça dele no momento em que ele tentou correr dos assassinos. 

O jornalista chegou a ser socorrido e encaminhado para um hospital particular da cidade paraguaia, mas não resistiu.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias