SOS INFORMATICA
Polícia

Dono de caminhão finge desmaio e se livra de sequestro, mas bandidos passam por cima e fogem

'Esse não da para levar', disseram criminosos ao se apavorarem com desmaio.

03/12/2020 08h06
Por: Redação
Fonte: Mídiamax

Dono de um caminhão guincho se livrou de ser sequestrado por bandidos armados na noite desta quarta-feira (02), na BR-262, próximo ao anel viário de Sidrolândia, e ainda teve seu veículo recuperado poucas horas depois do Roubo. No entanto, ao fugir, um dos autores passou por cima da perna da vítima com o veículo utilizado pela Quadrilha.

A vítima contou que é proprietária de uma empresa de resgate com guincho, quando recebeu um pedido de socorro na noite desta quarta. A pessoa informava que o irmão estava na BR-262 e precisava ser guinchado. A vítima então perguntou a localização, quando o solicitante do serviço disse que o irmão estava na entrada da cidade de Terenos e mandou a localização.

No entanto, a vítima começou a desconfiar, já que a localização não batia, indicando o anel viário entre a entrada de Sidrolândia e Bairro Indubrasil. Após algumas conversas sobre onde o carro estaria, ainda mais desconfiado, o proprietário mandou sua localização em tempo real para um amigo, pedindo para que ele acompanhasse o trajeto.

Chegando ao local informado, na BR-262, observou um veículo com o alerta ligado. Ao lado havia uma mulher e um rapaz, que orientaram a vítima para manobrar o caminhão. Após manobrar e descer do caminhão, o proprietário foi surpreendido por cerca de cinco pessoas, duas delas com armas de fogo.

Logo, a vítima simulou um desmaio, momento em que os autores ficaram apavorados e um deles disse para irem embora e que “este não da para levar”. Eles entraram no carro e, ao dar ré, ainda passaram por cima da perna da vítima. Eles levaram o guincho. Ao ter certeza que o grupo foi embora, a vítima correu para o mato e esperou movimento na rodovia para pedir ajuda.

Conforme as informações do boletim de ocorrência, o guincho foi localizado horas depois, abandonado em uma rua do Jardim Tijuca. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias