SOS INFORMATICA
PANTANAL

Operação da PF investiga desmatamento e invasão na terra dos kadiwéus

21/10/2020 10h59
Por: Redação
Fonte: Campo Grande News

Batizada de Ceuci, referência à protetora das lavouras e moradias dos indígenas, a ação cumpre 30 mandados de busca e apreensão em três municípios: Miranda, Bodoquena e Campo Grande.

A investigação começou em junho de 2019 para apurar a ocupação e exploração de áreas indígenas, além de crimes ambientais decorrentes de desmatamento.

A PF vai identificar os ocupantes das áreas, eventuais atividades econômicas desenvolvidas e a existência de danos ambientais.

As ordens judiciais expedidas pela 5ª Vara da Justiça Federal de Campo Grande são cumpridas por 110 policiais federais. A operação é em parceria com o Exército, que cedeu aeronaves, e Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis).

A história da terra dos kadiwéus remonta ao Segundo Reinado, quando o imperador Dom Pedro II doou a área como contrapartida pela participação dos indígenas na Guerra do Paraguai. Com 539 mil hectares, a reserva indígena abrange áreas no Pantanal e na Serra da Bodoquena.

No ano passado, a Polícia Federal foi ao local para investigar extração ilegal de madeira.

Localização da reserva indígena kadiwéu em Mato Grosso do Sul.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias