SOS INFORMATICA
Brasil

Peixes, garça e até tartaruga retornam ao rio Pinheiros

Animais vistos em trechos criam expectativa de despoluição do curso d'água com plano ambicioso

22/04/2021 20h10
Por: Redação
Fonte: R7 -
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O recente avistamento de animais como peixes, marrecos, garças e até tartaruga, como está da foto, em um trecho do rio Pinheiros, em São Paulo, produziu expectativas de que a despoluição do curso d'água enfim ocorra e, com isso, que a vida retorne gradualmente ao local. O governo do Estado de São Paulo possui um projeto - visto por especialistas como ambicioso - de despoluir o Pinheiros até o final de 2022, baseado principalmente em iniciativas de saneamento voltadas aos afluentes do rio. Veja as imagens a seguir

Uma garça pega um peixe perto de lixo doméstico no rio Pinheiros. Embora esses especialistas acreditem que soluções possam de fato ser vistas no prazo estipulado, com melhora na oxigenação da água e redução no mau cheiro do Pinheiros, a despoluição completa continua sendo vista como um horizonte de longo prazo

O que explica a visualização de peixes e aves, segundo os especialistas, é a qualidade de um dos afluentes do rio Pinheiros: o Córrego do Sapateiro - que forma inclusive o lago do Parque do Ibirapuera antes de desaguar no Pinheiros

Pássaro nada perto de resíduos no rio Pinheiros que passa por processo de despoluição, considerado pelo governo de São Paulo o maior projeto ambiental do país em termos de investimentos, envolvendo R$ 4 bilhões

De acordo com o geógrafo Luiz de Campos, da Rios e Ruas, a presença de peixes e garças neste trecho do rio é conhecida há muito tempo. O que mudou, disse ele, foi que a população enfim conseguiu avistá-los -  o que se deve muito a outro fator relacionado ao projeto de despoluição: a reaproximação entre as pessoas da cidade e o curso d'água

Barco de limpeza coleta lixo no rio Pinheiros. Como as águas desse afluente são bem tratadas, permitindo a presença de vida, é comum que peixes escapem pela galeria do córrego em direção ao Pinheiros. Dessa forma, os animais chegam ao rio, mas não vão muito além da região do Parque do Povo, pois acabam se concentrando no curto trecho em que a foz do Sapateiro melhora a qualidade das águas do rio Pinheiros

As imagens de peixes nadando no Pinheiros viralizaram na internet após filmagem realizada por uma pessoa que passava pela ciclofaixa instalada às margens do rio. A modernização do espaço, que além do trajeto para ciclistas também conta com cafés, constrói essa "ponte" entre o rio e a população, contribuindo para uma maior atenção à qualidade das águas

Entre os especialistas, é consenso que o principal caminho para a despoluição passa pelo saneamento - que, por sua vez, envolve também a resolução de problemas de moradia nas áreas por onde passam afluentes do Pinheiros

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias