SOS INFORMATICA
PLANO SAFRA 2020

Contratações de crédito já chegam a R$ 285,5 milhões, com alta de 79,6% na aquisição de maquinários e benfeitorias

Crescimento foi puxado pela tendência de expansão da área cultivada e investimentos na propriedades.

01/09/2020 08h38Atualizado há 3 meses
Por: Redação

A agropecuária de Mato Grosso do Sul mantém ritmo de crescimento mesmo neste momento desafiador. Exemplo desse desempenho do setor é o uso do crédito rural do Plano Safra 20/21 que, no comparativo com julho do ano passado, teve amento de 79,6% nas operações e 171,2% em volume de recursos na aquisição de maquinários e benfeitorias. O custeio e os investimentos no campo são tema da editoria “Mercado Agropecuário”, desta segunda-feira (24).

Houve aumento das contratações tanto no ramo empresarial quanto familiar. A principal alta veio dos investimentos por parte do produtor rural na aquisição de maquinário e benfeitorias fixas. Foram 966 operações contratadas, com volume financiado de R$ 282,5 milhões. O aumento foi de 79,6% em operações e 171,2% em volume de recursos.

Os valores financiados com objetivo de custeio das atividades e ações nas propriedades também tiveram um crescimento no período. Foram 2.747 operações contratadas, com volume financiado de R$ 910,5 milhões. Respectivamente, o aumento foi de 28,1% em operações e 25,7% em volume de recursos.

“Nesses casos de custeio e investimento, temos essa alta puxada pela tendência de expansão da área cultivada e os investimentos na propriedade, como máquina e benfeitorias fixas, como silos e armazéns”, avalia o coordenador técnico do Sistema Famasul, Justino Mendes.

Guiado pelo aumento na utilização de crédito para custeio e investimento, o desempenho geral do crédito rural no Plano Safra 2020/2021 até o mês de julho está em 43,8% superior em relação à safra anterior.

Com mais recursos e melhores condições de financiamento, o Plano Safra 2020/2021 contempla R$ 236,3 bilhões disponíveis para o setor, um aumento de R$ 13,5 bilhões em relação ao plano anterior.

Para o crédito de custeio e comercialização, o volume de recursos programados para o ciclo é de R$ 179,4 bilhões, sendo R$ 19,40 bilhões para os produtores enquadrados no Pronaf (Programa de Fortalecimento da Agricultura Familiar); R$ 29,36 bilhões para os médios produtores; R$ 53,74 bilhões a juros controlados para a agricultura empresarial; e R$ 76,9 bilhões a juros livres.

Este e outros temas serão abordados durante o “CBN em Ação Live 2020”, iniciativa da qual o Sistema Famasul é parceiro. O presidente Mauricio Saito participa do evento nesta terça-feira (25), às 18h (MS), com palestra do economista, ex-ministro da Fazenda, Maílson da Nóbrega, sobre “O cenário econômico de Mato Grosso do Sul”.

A transmissão acontecerá simultaneamente nas plataformas digitais da CBN e no Facebook @SistemaFamasul e canal Youtube.com.br/SistemaFamasul

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias