SOS INFORMATICA
ESTADUAL MS

Operário espera ter 60% do mesmo elenco para a disputa da fase final do Estadual

Clube sofreu com a paralisação da competição por conta da pandemia

12/08/2020 09h48
Por: Redação
Fonte: MIDIAMAX

Ainda tentando encontrar alternativas para manter o elenco para a disputa da fase final do Campeonato Sul-Mato-grossense, que foi paralisado por conta da pandemia do novo coronavírus, o presidente do Operário, Estevão Petrallas espera contar com pelo menos mais da metade dos jogadores que estavam atuando na primeira fase.

“Existe uma grande expectativa de pelo menos 60% a 70% do mesmo plantel que vinha atuando, possa voltar. É lógico que vai a ver alguma perda de uma forma positiva”, diz o presidente, que usa como exemplo, um dos laterais do clube que saiu do Operário e foi para o Patrocinense disputar a fase final da competição mineira.

Com a suspensão das competições, os contratos dos jogadores continuaram com sua validade, mas acabaram expirando em algumas datas e os clubes não conseguiram a renovação. De acordo com Petrallás, o futebol sul-mato-grossense não tem um histórico de contratar atletas por mais de um ano, o que prejudica a manutenção dos atletas.

“Os clubes [de Mato Grosso do Sul] não tem um histórico de contratar atletas por mais um de ano, dois anos de contratos, não tem esse perfil. Os clubes contratam essencialmente para a disputa do Campeonato Estadual, que leva em torno de 90 a 100 dias”.

A FFMS (Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul) ainda tenta dialogar e encontrar uma data para o retorno do futebol. A primeira previsão estipulada pelo presidente da federação, Francisco Cezário é que os treinos retornem no dia 15 de novembro e as partidas comecem a ser realizadas na última semana de novembro, próximo ao dia 29.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias