SOS INFORMATICA
Geral

Bahia: Nova versão do SEI vai permitir comunicação com órgãos federais e de outros Estados

Com mais de 2,2 milhões de processos abertos desde o início da a implantação, o SEI Bahia já gerou para os cofres públicos uma economia estimada em R$ 180 milhões.

07/04/2021 17h55
Por: Redação
Fonte: Secom Bahia - (Luana Marinho)
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Em breve, os servidores estaduais vão poder se comunicar por meio do SEI Bahia com os 350 órgãos federais e as unidades dos 12 Estados da federação que também usam a ferramenta para tramitação eletrônica de processos e documentos administrativos. A novidade – propiciada pelo lançamento da versão 4.0 do sistema desenvolvido pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF 4) – foi anunciada em primeira mão na manhã desta quarta-feira (7), pelo secretário de Administração do Estado da Bahia, Edelvino Góes, durante a live “Em dia com o SEI: novas ferramentas e funcionalidades”, que mobilizou mais de 700 servidores dos mais diversos órgãos estaduais.

No evento, o secretário fez um balanço dos ganhos financeiros e de gestão propiciados pelo sistema, cedido gratuitamente à Administração Estadual pelo TRF4. Com mais de 2,2 milhões de processos abertos desde o início da sua implantação, e cerca de 95 mil usuários cadastrados – entre servidores e cidadãos que interagem com o Estado, – o SEI Bahia já gerou para os cofres públicos uma economia estimada em R$ 180 milhões, levando em conta não apenas a eliminação das despesas com a confecção de processos físicos como também com sua guarda e indexação digital, além dos investimentos que seriam necessários para aquisição de um sistema do gênero.

“São ganhos expressivos, mas o mais preponderante é que o sistema se tornou, como tínhamos convicção desde o início, um ponto de inflexão nas nossas rotinas administrativas: o êxito do SEI é o êxito de toda a máquina pública”, afirmou Edelvino Góes.

Na sequência, o superintendente de Gestão e Inovação da Secretaria da Administração (Saeb), Anderson Prazeres, chamou atenção para o potencial de ganho que o SEI Bahia ainda trará para o estado, como consequência do grande volume de dados disponíveis no sistema. “O SEI tem muito informação valiosa, por isso a gestão do conhecimento será a grande economia que ele trará para o Estado”, explicou Anderson.

Novas funcionalidades

Durante o evento, também foram apresentados ao público uma série de novidades que estão sendo colocadas à disposição dos usuários do SEI Bahia. O superintendente Anderson Prazeres mostrou as novas funcionalidades da ferramenta de Business Intelligence (BI) do SEI Bahia, com destaque para os relatórios estatísticos que podem ser acessados pelos administradores locais do sistema nas unidades.

Já o diretor de Inovação e Gestão de Projetos de TIC da Saeb, Cesar Augusto Rocha mostrou na prática como os usuários do SEI Bahia podem interagir com Assistente de Atendimento Robotizado (chatbot), um programa de computador que permite tirar dúvidas e obter respostas do sistema, de forma rápida e assertiva. “Trata-se de uma ferramenta importante neste momento em que temos cerca de 50 mil usuários externos, que utilizam a ferramenta sem passar por treinamento”, disse César.

Por último, o coordenador do SEI Bahia, Marcio Souza, fez uma apresentação sobre o módulo de peticionamento eletrônico, que permite a não servidores abrir processos e anexar documentos ao sistema. “O módulo que nos foi cedido gratuitamente pela Anatel nos ajuda a permitir que o usuário externo possa interagir com o Estado de forma 100% remota, sem ter de levar documentos ao protocolo para scanneamento”, ressaltou Marcio.

Para que essas facilidades sejam oferecidas, o coordenador destacou a importância das unidades definirem quais os seus tipos de processos que precisam ser configurados no módulo de peticionamento, além de concluírem a implantação de todos os processos finalísticos (como são denominados os processos específicos de cada órgão).

Fonte: Ascom/Saeb

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias