SOS INFORMATICA
Esportes

Libertadores: Santos bate San Lorenzo com gol histórico de Ângelo

Meia de 16 anos é o mais jovem a marcar na história da competição

06/04/2021 22h55
Por: Redação
Fonte: EBC

O Santos deu um importante passo rumo à etapa de grupos da Libertadores. Nesta terça-feira (6), o Peixe venceu o San Lorenzo (Argentina) por 3 a 1 no estádio Nuevo Gasometro, em Buenos Aires (Argentina), pela terceira fase preliminar da competição sul-americana. O Alvinegro tem a vantagem do empate e até de uma derrota por um gol de diferença na segunda partida.

O triunfo santista foi marcado pelo gol histórico de Ângelo, nos acréscimos do segundo tempo. O meio-campista de 16 anos, três meses e 16 dias se tornou o mais jovem a balançar as redes na história da Libertadores. O garoto superou o argentino Juan Carlos Cárdenas, que tinha 16 anos, sete meses e dois dias em 27 de fevereiro de 1962, quando deixou a marca no empate por 2 a 2 de sua equipe, o Racing (Argentina), com o Nacional (Uruguai).

O duelo de volta será na próxima terça-feira (13), novamente às 21h30 (horário de Brasília), no estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília. A princípio, o jogo seria realizado na Vila Belmiro, em Santos (SP), mas o Alvinegro mudou o local por receio que a Fase Emergencial do Plano São Paulo, de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus (covid-19), que impede a realização de partidas de futebol no Estado, não termine no domingo (11), conforme previsto.

Mesmo sem atuar há três semanas, devido à paralisação do Campeonato Paulista por conta da Fase Emergencial, o Santos não se intimidou com a pressão inicial do San Lorenzo. Aos seis minutos, o zagueiro Luan Peres roubou a bola e abriu para Lucas Braga na esquerda. O atacante invadiu a área, levou para a perna direita e bateu cruzado, abrindo o placar.

Os argentinos assustaram aos 32 minutos, em duas tentativas do lateral Bruno Pitton, no mesmo lance. Primeiro, ele foi travado na área pelo zagueiro Kaiky. Na sobra, chutou para fora. A resposta do Peixe foi efetiva. Aos 44 minutos, o atacante Marcos Leonardo foi lançado pela direita, dentro da área e derrubado pelo goleiro José Devecchi. O atacante Marinho, que não atuava havia mais de dois meses, em recuperação da covid-19, cobrou a penalidade e aumentou a vantagem.

No segundo tempo, o Santos quase fez o terceiro aos 11 minutos, em cabeçada de Lucas Braga, defendida por Devecchi. O jogo parecia sob controle, mas, aos 26 minutos, o atacante Ángel Romero, ex-Corinthians, aproveitou a sobra de uma bola mal afastada e descontou para o San Lorenzo. O Peixe sentiu o gol e quase sofreu o segundo na sequência num bate-rebate que o meia Oscar Romero, irmão de Ángel, finalizou para fora, da entrada da área, buscando o ângulo esquerdo.

Os argentinos, porém, não souberam aproveitar a desconcentração do Santos, que aproveitou para retomar o controle do jogo e definir o placar. Nos acréscimos, o atacante Yeferson Soteldo puxou contra-ataque e abriu para o lateral Madson, na direita, que bateu cruzado. Devecchi deu rebote e Ângelo, 16 anos, mandou para as redes para fazer história.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias