SOS INFORMATICA
RIO BRILHANTE

Prefeito Donato Lopes que cortou o próprio salário na pandemia, agora quer o dinheiro de volta

Medida foi tomada em Rio Brilhante, no início da pandemia, mas agora não vale mais e salários terão que ser ressarcidos

25/07/2020 09h33
Por: Redação
Fonte: MIDIAMAX

Um decreto assinado pelo prefeito de Rio Brilhante, Donato Lopes da Silva (PSDB) chamou a atenção dos moradores e está causando polêmica nas redes sociais do município. A medida determina que os descontos do seu próprio salário e também de secretários e assessores que seriam usados no combate à pandemia do coronavírus sejam devolvidos.

Na época, Donato reduziu em 50% os subsídios dos cargos de prefeito, vice-prefeito e 20% dos salários dos funcionários e servidores comissionados DAS-1, DAS-2, DAS-3, CAI-1 e CAS – 1. Só foram poupados os que estavam lotados na área de Saúde.

“Fica autorizado ao Recursos Humanos a devolução dos valores descontados nos meses de abril/2020. Maio/2020 e junho/2020 a serem devolvidos na competência de julho/2020”, diz o artigo primeiro do Decreto 28.656 assinado pelo prefeito.

Com isso, o prefeito disse na época, que que valor economizado no período de três meses,  R$ 256,2 mil , seria depositado na conta do Fundo Municipal de Saúde para pagar despesas com as ações de saúde. “Vamos enfrentar momentos difíceis por conta da pandemia do novo coronavírus e precisamos também fazer gestos de economia”, afirmou Donato.

Os cortes nos salários de Donato e dos seu auxiliares foram alardeados e  considerados à época como um gesto nobre de combate à pandemia do coronavírus. Entretanto, segundo um morador da cidade “não passou de demagogia, na medida em que determina que os descontos sejam devolvidos”.

“Muito cômico ver certas coisas…Primeiro o prefeito divulga aos quatro cantos da cidade dizendo que reduziu o salário dos servidores comissionados/cargos de confiança da prefeitura e agora edita um decreto mandando devolver tudo o que foi descontado.Só em Rio Brilhante mesmo, se doou ou está doado, ou não?”, criticou seu antecessor, Sidney Foroni, em publicação na página do Facebook.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias