SOS INFORMATICA
NOTA

Acusado de estuprar enteada alega que não fugiu e vai prestar esclarecimento

Informação foi divulgada por meio de nota de esclarecimento do advogado do suspeito

21/07/2020 09h05
Por: Redação
Fonte: CAPITAL NEWS
POLÍCIA
 
Segunda-Feira, 20 de Julho de 2020, 18h:35
Tamanho do texto A - A+

"Em relação às acusações que pesam sobre a pessoa do mesmo, o acusado se reservará o direito de prestar todos os esclarecimentos necessários às autoridades constituídas e responsáveis pela investigação e eventual trâmite judicial, oportunamente, bem como, reitera que encontra-se à inteira disposição da justiça, e, assim que convocado a prestar os seus esclarecimentos, o fará, inequivocamente", diz a nota do advogado de Franklin Farrelhi, acusado de ter estuprado a enteada de 10 anos. 

 

O crime aconteceu no dia 11 de julho e no mesmo dia o boletim foi registrado e nunca mais, Franklin foi visto. Segundo a mãe da vítima a equipe de reportagem do Capital News, o suspeito teria fugido para a Bolívia, onde tem parente, mas a informação não foi confirmada. O advogado de Franklin, Mauro Sandres Melo, afirmou que ele prestará os devidos esclarecimento quando solicitado pela polícia. 

 

Caso

O casal estava junto desde dezembro de 2019, ela e as filhas vinheram de Guia Lopes da Laguna, para viver com o autor. Crime foi descoberto no dia 11 de julho, quando a mãe flagrou o acusado e a menina no banheiros dos fundos. Na delegacia a vítima relatou para a mãe que Franklin usou o motivo deles iram para a Campo Grande para abusar da menina, dizendo a ela que ficariam sem nada caso ela falasse o que acontecia para alguém.

 

Confira a nota integra:

"NOTA DE ESCLARECIMENTO À IMPRENSA

 

Considerando-se o teor das informações noticiadas por diversos veículos de comunicação deste Estado, especialmente nesta capital, que divulgaram de maneira equivocada a situação do Sr FRANKLIN FARRELHI, quanto ao seu paradeiro e condição em relação aos fatos, objeto do Boletim de Ocorrência elaborado perante a 1a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, sirvo-me da presente, na condição de Advogado constituído para promover a defesa do acusado em relação à referida ocorrência, para informar que, considerando-se a previsão legal que impõe sigilo às informações acerca da investigação daqueles fatos noticiados, em relação às acusações que pesam sobre a pessoa do mesmo, o acusado se reservará o direito de prestar todos os esclarecimentos necessários  às autoridades constituídas e responsáveis pela investigação e eventual trâmite judicial, oportunamente, bem como, reitera que encontra-se à inteira disposição da justiça, e, assim que convocado a prestar os seus esclarecimentos, o fará, inequivocamente. 

 

Campo Grande, em 20 de julho de 2020. 

‘MAURO SANDRES MELO – Advogado OAB-MS No. 15.013"

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias