SOS INFORMATICA
Rio Brilhante

Delegado arquiva B.O contra vereador Adão Evandro, parlamentar vai acionar judiciário por reparação de danos

30/06/2020 16h28
Por: Redação
Fonte: Da Redação

O vereador Adão Evandro (DEM), foi até a Delegacia de Polícia de Rio Brilhante nesta terça-feira, (30/06),  para conversar com o Delegado Guilherme Sarian pelo fato  de um Boletim de ocorrência que havia sido lavrado na tarde da última segunda-feira, (29/06),   pela procuradora Jurídica do município, Viviane Lima Silva em desfavor do parlamentar.

Diante das explicações  do legislador da “Pequena Cativante” o Delegado entendeu que de fato não ocorreu nenhum descumprimento do Decreto Municipal nº 28.615, de 24 de junho de 2020. “Inicialmente, determinei o registro da ocorrência por entender que ADÃO EVANDRO havia incentivado os ciclistas do grupo a se aglomerarem, ressaltando que, para burlar o monitoramento estatal acerca do isolamento, deixassem os celulares em casa. Para fins de esclarecimento, o índice de isolamento social tem sido aferido por dados de geolocalização dos aparelhos celulares. Ocorre que, ao analisar todo o contexto da conversa no grupo “LOJA ELITE BIKES”, verifiquei o seguinte:

 1. Um dos integrantes do grupo cancelou um “pedal”, por não ser permitida aglomeração de pessoas;

 2. Na sequência, ao ser questionado, o mesmo integrante informou que poderiam pedalar sozinhos ou em dupla, uma vez que isso não configuraria aglormeração de pessoas;

 3. Em seguida, tendo em vista que as pessoas já iriam pedalar sozinhas ou em dupla, ADÃO EVANDRO recomendou que, ainda assim, deixassem os celulares em casa, para que o índice de isolamento do município de Rio Brilhante/MS melhorasse e, com isso, o comércio pudesse reabrir mais rapidamente. Sendo assim, entendo que ADÃO EVANDRO PEREIRA LEITE não incentivou a aglomeração de pessoas, de modo que, por conseguinte, não incitou o descumprimento do Decreto Municipal nº 28.615, de 24 de junho de 2020.

Ante o exposto, por entender que o fato apurado é atípico, determino a não instauração de termo circunstanciado de ocorrência, com o consequente arquivamento do presente boletim de ocorrência”. Disse Guilherme.

Para a reportagem do Rio Brilhante News, o vereador disse que vai acionar a justiça por reparação de danos sofrida diante de noticias vinculadas a respeito desse suposto termo circunstanciado de ocorrências, pela denunciação caluniosa feita pela procuradora do município, Viviane Lima.

A redação do Rio Brilhante News entrou em contato com Viviane Lima, procuradora da prefeitura, mas até o fechamento da matéria nossas mensagens não foram respondidas. 

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias