SOS INFORMATICA
Coronavírus

Itaporã reforça barreira sanitária após 1ª morte

08/06/2020 10h45
Por: Redação
Fonte: Campo Grande News

A barreira sanitária na “rota do novo coronavírus”, os 17 quilômetros da MS-156 que levam de Dourados, epicentro da doença no Estado, a Itaporã, terá horário de funcionamento ampliado. A decisão foi tomada após a confirmação da primeira morte por covid-19 no município de Itaporã. Atualmente, a barreira funciona até às 17h.

 

“Vamos ter na manhã de hoje uma reunião do comitê de enfrentamento à  covid. Foram tomadas medidas para que o vírus não chegasse aqui, mas infelizmente ele chegou. Tem muita gente que mora em Itaporã e trabalha em Dourados, cidade que tem transmissão comunitária”, afirma a coordenadora de Atenção Básica à Saúde de Itaporã, Aline Oviedo, que também é membro do comitê.

 

A maioria dos casos em Itaporã é ligado ao frigorífico JBS, que fica em Dourados. Conforme Aline, o horário de funcionamento da barreira sanitária instalada entre as duas cidades será estendido.

 

“Vai permanecer o toque de recolher a partir de 20h, a obrigatoriedade do uso de máscaras e vamos, a partir de hoje, tomar medidas mais severas contra o descumprimento do isolamento”, diz Aline Oviedo.

 

O comitê de enfrentamento à covid-19 é formado por médicos e representantes da sociedade civil. Itaporã tem 66 casos confirmados, 56 suspeitos e 10 em investigação. Outros 199 foram descartados.

 

A prefeitura de Itaporã deve oficializar as novas regras em decreto que será publicado ainda nesta segunda-feira (dia 8).  Já a vizinha Dourados tem 571 casos da doença.

 

Sobre o novo coronavírus, a JBS divulgou nota que desde o início da pandemia no Brasil tem se pautado pelo absoluto foco na saúde, segurança e proteção dos seus mais de 130 mil colaboradores e atua em conjunto com as autoridades públicos no enfrentamento à covid-19. 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias