SOS INFORMATICA
Bolsonaro

Bolsonaro proíbe Mandetta de trabalhar por seis meses: 'estou abismado'

Ele vai cumprir quarentena remunerada de R$ 31 mil

27/05/2020 10h07
Por: Redação
Fonte: TopMídiaNews

Comissão de Ética da Presidência da República determinou, nesta terça-feira (26), que o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, cumpra quarentena remunerada por, pelo menos, seis meses. O ex-titular da Saúde disse que está abismado com a decisão. 

Conforme a medida, Mandetta está impedido de trabalhar por seis meses na iniciativa privada, de onde já recebia convites para criar planos de biossegurança para hotéis e outros estabelecimentos. No entanto, segue recebendo o salário de ministro, no caso R$ 31 mil. 

''Estou abismado, perplexo. Não consigo entender o motivo de impor quarentena a um ex-ministro da Saúde no meio de uma epidemia como a que estamos enfrentando'', afirmou o ex-ministro à VEJA.

'Eu até entenderia se houvesse algum conflito de interesse entre um novo trabalho e o Ministério da Saúde, mas meu caso é diferente de um presidente de Banco Central, por exemplo, que detém informações privilegiadas que precisam ser resguardadas. Nesse momento de pandemia, as pessoas estão em busca de informações para que possam reabrir seus negócios com segurança e eu, modéstia à parte, estudei esse assunto intensamente durante 120 dias'', completou o ex-ministro. 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias