SOS INFORMATICA
Coronavírus

Rio Brilhante: JBS vai recorrer da decisão que proíbe o transporte de seus funcionários

22/05/2020 18h57
Por: Redação
Fonte: Enfoque Político

O grupo JBS informou por meio de nota destinada ao site Enfoque Político, que vai recorrer da decisão do prefeito Donato Lopes da Silva, que nesta manhã editou um decreto proibindo o transporte coletivo de funcionários da empresa que são levados até a cidade de Dourados.

Segundo o prefeito, essa medida visa conter o avanço de casos do novo coronavirus, que até o momento já conta com 7 pessoas hospitalizadas, sendo que destas, 6 são funcionários do frigorífico. Ainda de acordo com o prefeito ao menos 190 funcionários são transportados diariamente até a empresa no município vizinho, e que durante 14 dias, estes 190 funcionários seriam isolados e a secretaria de saúde iria realizar o monitoramentos destes.

Por meio de sua assessoria de imprensa, o grupo JBS, informou que detém uma liminar da Justiça Estadual, que garante a empresa o livre acesso ao transporte de seus funcionários, e que tal decreto do prefeito de Rio Brilhante, viola a decisão judicial, e que buscará todos os meios legais para suspender o decreto do prefeito, que passa a vigorar a partir de amanhã 23. A nota diz ainda, que todas as medidas necessárias para prevenção e cuidado de seus funcionários estão sendo devidamente adotadas.

 

Além do contato com o grupo JBS, o site Enfoque Político, entrou em contato com funcionários que trabalham na planta da empresa no município de Dourados, que nos confirmou que a empresa tem tomados medidas de prevenção e combate a covid 19, entre elas o afastamento de pessoas que apresentam sintomas da doença, a aferição de temperatura, e higienização dos setores de trabalho com produtos e com água em alta temperatura, além de fornecer “E.P.I.S”, e dos cuidados considerados básicos, como a higienização das mãos com álcool 70, e o uso obrigatório de máscaras.

Até o momento Rio Brilhante, tem confirmados 7 casos, e nesta manhã, de acordo com a secretaria de saúde, 5 funcionários do frigorífico, apresentaram sintomas, quando foram abordados na barreira sanitária, e foram destinadas ao hospital, para a realização dos exames necessários, que podem confirmar se estão infectados com a covid 19.

CONFIRA A ÍNTEGRA DA NOTA DO GRUPO JBS.

“A JBS reitera o propósito inabalável de garantir a saúde e segurança de seus colaboradores e, desde o início da pandemia da Covid-19 no país, adota um rigoroso protocolo de controle e prevenção da doença em suas unidades incluindo a ampliação das frotas dos ônibus de transporte dos colaboradores com marcação de assentos fixos na ida e retorno da unidade, além do controle de temperatura de todas as pessoas antes do acesso às fabricas e nos intervalos. A empresa também determinou o uso de máscara 100% obrigatório em todas as áreas, a ampla oferta de sabonetes, sanitizantes e álcool em gel e outras medidas –

saiba mais: jbs.com.br/comunicacao/covid-19-principais-medidas-de-protecao/

O protocolo definido pela empresa obedece às orientações dos órgãos de saúde e cumpre com os protocolos dos Ministérios da Agricultura, Saúde e Trabalho além das normas definidas nos âmbitos estadual e municipal. Cumpre esclarecer ainda que a empresa contratou a consultoria de médicos especializados e do Hospital Albert Einstein.

 

Em relação à solicitação da reportagem, a empresa informa que existe uma liminar do Tribunal de Justiça do Mato Grosso do Sul para livre circulação de ônibus da empresa na cidade e a medida anunciada pela prefeitura fere essa decisão. A empresa ressalta ainda que irá adotar as medidas cabíveis para que a liminar seja cumprida”.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias