SOS INFORMATICA
ASSÉDIO SEXUAL

Mãe denuncia diretor de escola por assediar a filha de 15 anos

Em troca de mensagens homem disse que a adolescente "estava uma delícia" e a chamava para sair

12/05/2022 07h18
Por: Michael Franco
Foto: Reprodução - Jornal da Nova
Foto: Reprodução - Jornal da Nova

O diretor da Escola Municipal Efantina de Quadros, em Nova Andradina, Marcos Eduardo Carneiro, foi alvo de denúncia da mãe de uma aluna da instituição. A mulher procurou a delegacia de Polícia Civil nesta quarta-feira (11) relatando abuso sexual do suspeito contra a filha de 15 anos. Ele foi afastado das atividades, até o fim das investigações.

A mulher registrou boletim de ocorrência e entregou prints de mensagens de cunho sexual que a filha recebeu. “Minha filha estudou nesta escola desde pequena, a gente confia nos professores e quem trabalha na instituição e agora ele se aproveitando da condição de diretor para ficar galanteando menores”, disse, ao Jornal da Nova.

Nas conversas que foram apresentadas na Delegacia de Atendimento à Mulher (DAM), o diretor marca encontro com a jovem no Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinted), afirmando que está calor e que vai para lá, na intenção de vê-la e se refrescar na piscina.

Reprodução: Jornal da Nova

Ele também chega a dizer em determinado momento que a menina está "uma delícia" e é advertido pela aluna. "O senhor sabe que vc comentou no meu story pra todo mundo vê, né?"

Em outros prints divulgados pelo site local Jornal da Nova, ele a convida para sair. “Precisamos marcar alguma coisa juntos, quando você quiser e puder. É só me avisar. Inclusive hoje”. Em outras ocasiões ela fala sobre morder a boca da adolescente. "Eu fico olhando a sua foto. Vc tem uma boca maravilhosa. Sem maldade, mas da uma vontade de dar uma mordidinha. Rssss".

Foto: Reprodução - Jornal da Nova

A delegada titular da DAM, Daniella Nunes, comentou que o caso está em segredo de Justiça. "Foi realizada denúncia de possível assédio sexual por parte de um funcionário público de uma escola local, mas tudo está sob sigilo por envolver menor".

A mãe da aluna pediu que os pais fiquem atentos. “Todas as mães que descobrirem se suas filhas ou filhos sofreram algum tipo de abuso, denuncie na delegacia, essas coisas não podem ficar impunes”.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários