SOS INFORMATICA
Mato Grosso do Sul

Para integrar grupo de elite da Agepen, policiais penais se formam em curso de Intervenção Prisional

Policiais penais da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário de Mato Grosso do Sul (Agepen/MS) se formaram, nesta sexta-feira (21...

21/01/2022 15h25
Por: Redação
Fonte: Secom Mato Grosso do Sul
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Policiais penais da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário de Mato Grosso do Sul (Agepen/MS) se formaram, nesta sexta-feira (21), no 3º Curso de Intervenção Prisional e Escolta (3º CIPE). A formatura foi realizada no 20º Regimento de Cavalaria Blindada, em Campo Grande, uma das bases onde o curso de 220 horas foi ministrado em regime de internato.

"Fomos testados nos limites físicos e mentais, preparados para lidar com a situações de crises", relatou o policial penal Raul Augusto Aparecido Sá Ramalho, um dos formandos no 3º CIPE. Ele ainda destacou que a capacitação, além da formação técnica oferecida, representou fortalecimento do trabalho em equipe e superação de adversidades.

Ministrado pela Escola Penitenciária (Espen), o curso contou com auxílio de instrutores que compõem o Comando de Operações Penitenciárias e apoio do Exército Brasileiro, do Departamento Penitenciário Nacional, da Polícia Rodoviária Federal e do Corpo de Bombeiros Militar.

Treze policiais penais da Agepen e dois agentes federais de execução penal concluíram a capacitação. Os 15 formandos tiveram 18 dias de aulas de intervenção tática prisional, atendimento pré-hospitalar, armamento e tiro, técnicas e tecnologias não letais, vigilância de muralhas, Lei de Execução Penal, imobilização, técnicas de escola e transporte de presos, gerenciamento de crise prisional, segurança administrativa, uso progressivo da força, rapel tático e Direitos Humanos.

Durante a solenidade, o diretor-presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves, agradeceu as parcerias que tornaram a capacitação possível e ressaltou que o CIPE é reflexo do avanço que a agência penitenciária de Mato Grosso do Sul vem conquistando, diante das novas atribuições que estão sendo assumidas.

Conforme a Agepen, no aprendizado do curso, os participantes também passaram por alto desgaste físico e mental, pois foram preparados para um grupo de elite do sistema prisional. Eles estão preparados para atuar como força de reação do sistema prisional do Estado.

Com a conclusão do 3º CIPE, a Agepen já qualificou 140 policiais penais para ações de intervenção prisional e escoltas de alto risco.

O evento contou com a participação de autoridades e de familiares dos formandos. Também participaram da solenidade o comandante do 20º Regimento de Cavalaria Blindado, tenente coronel do Exército, Manuel Luís Badaraco Fagundes; e o superintendente da PRF em Mato Grosso do Sul, Luiz Alexandre Gomes da Silva; além de representantes do Corpo de Bombeiros Militar, da Penitenciária Federal de Campo Grande e de diretores de unidades.

Bruno Chaves, Subcom, e Keila Oliveira, Agepen

Fotos: Keila Oliveira

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários