SOS INFORMATICA
Águia Negra

Águia Negra e Aquidauanense recebem R$ 120 mil da CBF

ntidade anunciou medidas de apoio à clubes das Séries C e D, Feminino e Federações

08/04/2020 09h19
Por: Redação
Fonte: Capital News

Representantes de Mato Grosso do Sul na Série D do Campeonato Brasileiro EC Águia Negra e Aquidauanense FC vão receber uma ajuda considerável para suportar o período em que competições seguem suspensas em todo o Brasil. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) vai destinar R$ 19 milhões, a título de doação, para a base da pirâmide do futebol coordenado pela entidade em competições de nível nacional, em função das dificuldades causadas pela pandemia do novo coronavírus. 

 

Para os clubes da Série D, onde estão Águia Negra e Aquidauanense, serão destinados R$ 120 mil para cada um, valor que começa a ser liberado nesta terça-feira (7). Esse valor é referente duas vezes a folha salarial média de clubes classificados para a competição, de acordo com os registros da CBF. A mesma quantia será destinada à Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS). Outra equipe beneficiada é a SER Chapadão, que disputa a Série A2 do Campeonato Brasileiro Feminino, e irá receber R$ 50 mil. 

 

Sem taxas

Outra medida importante para os clubes é a isenção de taxas de inscrição de transferência de atletas por tempo indeterminado, o que vai aliviar os gastos dos clubes quando as competições forem ter início, já que, nas divisões mais baixas, em regra, os contratos são feitos por competição, não por temporada.

 

De acordo com o presidente da CBF, Rogério Caboclo, o objetivo da entidade é socorrer clubes, manter empregos e fazer com que a indústria do futebol volte a funcionar assim que possível. “O nosso objetivo, com essas novas medidas, é fornecer um auxílio direto imediato. Mas, além disso, temos que seguir trabalhando para assegurar a retomada do futebol brasileiro no menor prazo possível, quando as atividades puderem ser normalizadas", afirmou o dirigente.

 

Presidente do Águia Negra, Iliê Vidal comemora a ajuda inesperada. O clube liberou os atletas após o campeonato ser suspenso, mas manteve os contratos que vão até o fim do mês de abril, quando terminaria o Campeonato Sul-Mato-Grossense. “É um valor que vai ajudar sim a passarmos esse período e a reagrupar o elenco quando as competições forem retomadas”, comentou. A isenção de taxas também foi motivo de alívio. “Só para se ter idéia, para o Campeonato Estadual gastamos aproximadamente R$ 25 mil em inscrições e transferências”, explicou. 

 

 

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias