SOS INFORMATICA
Câmara dos Deputados

Projeto prevê uso de fita com desenho de girassóis para identificar pessoa cuja deficiência não é aparente

O cordão de girassol alerta para necessidade de atenção especial a pessoas com deficiências ocultas

05/03/2021 13h10
Por: Redação
Fonte: Agência Câmara de Notícias
Capitão Alberto Neto quer padronizar a utilização do cordão de girassol, ainda pouco divulgado no Brasil - (Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados)
Capitão Alberto Neto quer padronizar a utilização do cordão de girassol, ainda pouco divulgado no Brasil - (Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados)

O Projeto de Lei 5486/20 altera a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (13.146/15) para prever o uso do cordão de fita com desenhos de girassóis por pessoa com deficiência não visível externamente. O texto tramita na Câmara dos Deputados.

O deputado Capitão Alberto Neto (Republicanos-AM) explica que “não são raras as notícias de que pessoas com deficiência foram hostilizadas por usufruírem direitos, apenas porque não foram reconhecidas como tal”.

"Havendo a necessidade de abandonar um local rapidamente, pessoas em cadeiras de rodas ou pessoas cegas usando vara longa serão imediatamente identificadas. Contudo, em uma situação crítica como essa, pessoas com deficiências cognitivas podem não saber como agir e não ser reconhecidas”, argumenta.

"Nesse sentido, optamos por um símbolo que já é utilizado, embora não seja muito divulgado, que é a fita com desenhos de girassóis usada como um cordão pendurado pescoço”, conclui o deputado.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias