SOS INFORMATICA
Mato Grosso do Sul

Obra requer atenção de frequentadores durante as atividades do “Amigos do Parque”

O espaço para atividades físicas e passeios no Parque dos Poderes, neste sábado (4) e domingo (5), está garantido, mas é necessário atenção dos fre...

04/12/2021 06h10
Por: Redação
Fonte: Secom Mato Grosso do Sul
Saul Schramm
Saul Schramm

O espaço para atividades físicas e passeios no Parque dos Poderes, neste sábado (4) e domingo (5), está garantido, mas é necessário atenção dos frequentadores do projeto Amigos do Parque, para uma pequena interferência por causa das obras de revitalização, em pleno andamento.

O trajeto do projeto é o mesmo: uma das pistas da Avenida do Poeta e da Avenida Desembargador José Nunes da Cunha liberada apenas para o “Amigos do Parque, enquanto os motoristas dividem a pista contrária. É preciso atenção no trecho da rotatória da Agência Estadual de Gestão e Empreendimentos (Agesul).

Lá está sendo executada a reciclagem do pavimento, por isso a pista está bloqueada. Os frequentadores devem passar pela pista de caminhada. Já os veículos dividem uma das pistas da rotatória. Para garantir a segurança e fluidez no trânsito, equipe do Detran-MS fará ronda.

Alerta

A reforma do Parque dos Poderes traz algumas novidades, como a instalação de canaletas de drenagem e meio fio, que substituem os tradicionais troncos de madeira a beira das vias. A nova estrutura, porém, está sendo destruída, em alguns locais, por causa da falta de atenção de motoristas.

Ao estacionar, os motoristas acabam passando por cima das canaletas, danificando a estrutura. É importante que os condutores se atentem ao estacionar no Parque dos Poderes para não passar por cima das canaletas.

Joilson Francelino, Subcom

Fotos: Saul Schramm

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários