SOS INFORMATICA
AGRO

Seis municípios agrícolas somam um PIB de R$ 30,4 bilhões em MS

Agropecuária representa 21% do valor do PIB em Dourados, Maracaju, Ponta Porã, Rio Brilhante, Sidrolândia e Três Lagoas.

19/11/2021 07h46
Por: Redação
Fonte: Da Redação
Segundo a Famasul, entre os dez municípios com maior valor do PIB, metade se destaca na produção agrícola – Crédito: Aparecido Frota
Segundo a Famasul, entre os dez municípios com maior valor do PIB, metade se destaca na produção agrícola – Crédito: Aparecido Frota

Dourados, Maracaju, Ponta Porã, Rio Brilhante e Sidrolândia totalizam um PIB de R$ 18,9 bilhões, segundo o último levantamento do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). A agropecuária representa 21% desse valor. Juntos, geram mais de 97 mil empregos formais, 18% do total do Estado e se sobressaem com o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) entre 0,700 e 0,799, classificado como alto.

Os cinco municípios totalizam 2,1 milhões de hectares de soja e milho. Somado a estes, está Três Lagoas como referência na produção florestal, por ser líder nacional na área plantada de eucalipto, com 263 mil hectares e contar com unidades industriais de papel e celulose e um PIB de R$ 11,5 bilhões.

O PIB estadual foi estimado em R$ 106,9 milhões, segundo o levantamento de 2019 pelo IBGE.

O município de Maracaju ocupa o primeiro lugar no ranking estadual na produção de grãos e o sétimo no país em soja e milho, com mais de 595,7 mil hectares plantados e mais de 2,2 milhões de toneladas. Possui PIB per capita de R$ 63,6 mil, o terceiro maior de Mato Grosso do Sul e o quarto melhor IDH do estado, 0,736.

Dourados é o quarto em produção agrícola, registra o segundo melhor IDH (0,747) e é responsável pela ocupação de 58,5 mil pessoas no estado.

Em Rio Brilhante, o PIB per capita é de R$ 62,3 mil, quarta posição no Estado. Ocupa a 5ª posição no ranking de produção de grãos, mas é a segunda maior área de cultivo de cana-de-açúcar, com 100,1 mil hectares plantados.

Costa Leste – O resultado de Três Lagoas é ainda mais positivo. A cidade registra o segundo maior PIB do estado, com valor de R$ 11,5 bilhões e a mesma posição no PIB per capita com valor superior a R$ 96 mil, o IDH é equivalente a 0,744 e gera mais de 33 mil empregos formais. Os números indicam que a produção florestal trouxe um ciclo de prosperidade para o município e se estende para a região, fomentando o desenvolvimento de Ribas do Rio Pardo e Água Clara, o segundo e terceiro lugar nacional em área de florestas plantadas.

A análise é da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), em recente nota distribuída à imprensa que, ao analisar a geração de riqueza, constata-se que entre os dez municípios com maior valor do PIB, metade deles se destaca na produção agrícola.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários